R7 Planalto Guedes pede desculpas a domésticas em discurso no Planalto

Guedes pede desculpas a domésticas em discurso no Planalto

Em semana com tensão entre Planalto e Congresso em função do Orçamento e dúvidas sobre a permanência de Guedes, tom foi apaziguador

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

Guedes adota tom apaziguador após semana tensa: "O jogo segue"

Guedes adota tom apaziguador após semana tensa: "O jogo segue"

Mateus Bonomi/ AGIF/ Estadão Conteúdo - 15.10.2019

Durante o evento do lançamento do crédito imobiliário da Caixa com taxa fixa nesta quinta-feira (20), no Palácio do Planalto, o ministro Paulo Guedes, da Economia, adotou um tom apaziguador em seu discurso e pediu desculpas às domésticas. 

"Eu peço desculpas se tiver ofendido". O ministro disse também que suas falas são tiradas de contexto.

Nas últimas semanas, Guedes tem escorregado sozinho nas suas falas. Na semana passada ele disse que empregadas estavam fazendo uma "festa danada" indo para a Disney com o dólar barato. Em outro evento, chamou os servidores públicos, alvo da reforma administrativa, de parasitas.

No evento dessa quinta, seu discurso teve ainda um tom apaziguador após semana de escalada na tensão política: "Todo mundo fica nervoso, às vezes o Congresso, às vezes o nosso time. É pelada, às vezes um chuta canela do outro, mas o jogo segue". 

A semana em Brasília foi marcada pelo aumento da tensão entre o Palácio do Planalto e o Congresso em função da divisão do dinheiro do Orçamento e pelo aumento da temperatura interna do governo, com sinais de desavenças entre Guedes e o presidente Bolsonaro. 

Na terça-feira, sem ser questionado, Bolsonaro disse que o ministro ficaria no governo até o último dia, falando que os dois tinham "alguns problemas pontuais". 

Últimas