R7 Planalto Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca na PF do RJ

Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca na PF do RJ

Mais cedo, o novo diretor-geral da PF, Rolando Alexandre de Souza, indicou Tácio Muzzi para o posto, em substituição a Carlos Henrique Oliveira

  • R7 Planalto | Myrcia Hessen, da Record TV, com Plínio Aguiar, do R7

Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca na PF do RJ

Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca na PF do RJ

Marcos Corrêa/PR - 30.04.2020

A Justiça Federal de Brasília emitiu uma decisão nesta quarta-feira (6) em que concede 72 horas para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) explique as mudanças feitas na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Mais cedo, o novo diretor-geral da PF, Rolando Alexandre de Souza, indicou Tácio Muzzi para o posto – em substituição a Carlos Henrique Oliveira, que passa a ocupar o cargo de diretor executivo da instituição.

A troca no comando da PF no Rio de Janeiro, Estado que é base política de Bolsonaro e de seus filhos, foi um dos motivos de divergência que resultaram na saída de Sergio Moro do posto de ministro da Justiça e Segurança Pública.

Procurada, a AGU (Advocacia-Geral da União) afirmou que ainda não foi notificada da decisão. "Tão logo seja, estudará as medidas judiciais cabíveis", disse em nota.

Últimas