Operação Lava Jato

R7 Planalto Lava Jato segue fazendo história, diz Dallagnol após ação contra Serra

Lava Jato segue fazendo história, diz Dallagnol após ação contra Serra

Senador pelo PSDB-SP foi denunciado por lavagem de dinheiro – o parlamentar, que nega, teria recebido R$ 4,5 milhões em propina

Na imagem, o procurador da República Deltan Dallagnol

Na imagem, o procurador da República Deltan Dallagnol

Agência Brasil

Coordenador do grupo em Curitiba (PR), o procurador da República Deltan Dallagnol afirmou nesta sexta-feira (3) que a força-tarefa da "Lava Jato segue fazendo história" após a denúncia feita contra o senador José Serra (PSDB-SP).

"O senador José Serra (PSDB) e a filha foram denunciados pela Lava Jato de SP por lavarem o dinheiro de propinas recebidas da Odebrecht em troca de benefícios relacionados à obra do Rodoanel Sul. A LJ segue fazendo história, investigando poderosos independentemente da política", escreveu Dallagnol em sua conta no Twitter.

Mais cedo, Serra e sua filha, Verônica Allende Serra, foram denunciados pelo MPF (Ministério Público Federal) por lavagem de dinheiro no exterior. Segundo a denúncia da Lava Jato, em 2006 e 2007, Serra “valeu-se de seu cargo e de influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodonael Sul” – o esquema de lavagem de dinheiro teria três camadas e que o parlamentar teria recebido, ao menos, R$ 4,5 milhões em propina.

Em nota, Serra reagiu com “estranheza e indignação” à ação deflagrada, reforçou a “licitude dos seus atos”, disse que a ação é um “movimento ilegal que busca constranger e expor um senador da República”.

Últimas