R7 Planalto Líder da bancada feminina rebate Flávio e nega desinteresse em CPI

Líder da bancada feminina rebate Flávio e nega desinteresse em CPI

Para a senadora Simone Tebet (MDB-MS) a fala teve ironia e foi infeliz: "Lutamos há mais de um século"

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

Para a senadora Simone Tebet (MDB-MS) a fala teve ironia e foi infeliz: "Lutamos há mais de um século"

Para a senadora Simone Tebet (MDB-MS) a fala teve ironia e foi infeliz: "Lutamos há mais de um século"

Pedro França/Agência Senado

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) rebateu nesta terça-feira (27) a fala do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na CPI da Covid sobre a ausência de mulheres no colegiado. Tebet negou desinteresse das senadoras com o tema.

Durante a instalação da CPI, Flávio Bolsonaro, que não é membro do colegiado, disse que as mulheres "já foram mais respeitadas e mais indignadas" e "não fazem questão de estar na CPI". A crítica do senador era à própria CPI, mas a fala não foi bem recebida pelas senadoras. 

À tarde, em sessão remota, a líder da bancada feminina se manifestou sobre o episódio: 

"Foi instalada a CPI sem nenhuma mulher, mas não vamos agora questionar isso porque não estamos no Colégio de Líderes. Mas não podemos admitir a fala infeliz de um senador da República. Que disse que nós mulheres estamos fora e não fazemos questão de estar nela e nos conformamos a acompanhar à distância".

Tebet lembrou que a luta das mulheres por protagonismo na política tem mais de um século: 

"Nós mulheres estamos nessa luta há mais de um século, o que nos permite distinguir comentários respeitosos de ironia desrespeitosa como aconteceu hoje pela manhã. Sabemos infelizmente que ironia em geral está de mãos dadas com a misoginia. Não há qualquer conformismo da bancada com tudo o que estamos passando. Nós nunca demos as mãos ao conformismo e muito menos ao negacionismo. Embora não tenhamos assento, a senadora Eliziane Gama estava lá nos representando". 

Últimas