STF

R7 Planalto Líder do governo na Câmara: "STF não deveria legislar"  

Líder do governo na Câmara: "STF não deveria legislar"  

Deputado Ricardo Barros (PP-PR) diz que ministros estão lendo o contrário do que a Constituição estabelece vedando a recondução

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR)

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR)

Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, se manifestou nesta sexta-feira (4) sobre os votos dos ministros do STF que abrem caminho para as reeleições de Maia e Alcolumbre no comando do Congresso.

Para Barros, grande articulador do governo, o STF "não deveria legislar":

"Seus ministros lendo o contrário do que está escrito. Lamentável mais este capítulo de  ativismo político do poder judiciário. A vedação a reeleição na mesma legislatura foi objeto da emenda 50 a nossa constituição. Feita para reafirmar o impedimento."

Últimas