R7 Planalto Lula insinua que cozinha é com as mulheres. E se fosse Bolsonaro?

Lula insinua que cozinha é com as mulheres. E se fosse Bolsonaro?

Não foi a primeira vez que o ex-presidente da República tratou de maneira desrespeitosa as mulheres, algumas do próprio Partido dos Trabalhadores

  • R7 Planalto | Do R7

Lula disse que não entende de cozinha

Lula disse que não entende de cozinha

Reprodução/JFPR

Lula levou, logo de início, uma enquadrada da juíza Gabriela Hardt. Enérgica, ela não permitiu que o ex-presidente da República fizesse do depoimento o costumeiro teatro político.

A firmeza não impediu que ele tentasse intimidá-la em várias situações. Não conseguiu. De canelada em canelada, a magistrada manteve uma postura dura e, provavelmente, deve ter deixado Lula com saudade da candura de Sérgio Moro.

Um momento, no entanto, revelou uma faceta da personalidade torta de Lula, que é ignorada pela legião de fanáticos que costuma colocá-lo no panteão dos seres iluminados.

Indagado sobre as reformas no sítio, ele perguntou à juíza se ela era casada e disse que, provavelmente, o marido dela não entendia nada de cozinha como ele, dando a entender que só as mulheres entendem de cozinha. Uma pérola do machismo mais tosco. E que, obviamente, passou "despercebida" pela imprensa.

A depreciação de Lula em relação às mulheres é algo corriqueiro, mas ele "só faz brincadeiras". 

Há dois anos, por exemplo, ele citou a senadora Fátima Bezerra e a deputada Mária do Rosário em uma conversa com o ex-ministro Paulo Vannucchi. Disse que tinha escolhido elas para ficarem no pé de um procurador da República que atazanava a vida dele. E, com a elegância dos bordéis, perguntou: "Cadê as mulheres do grelo duro do nosso partido?".

Esse é o Lula, mas quem é machista mesmo é Bolsonaro.

Veja vídeo abaixo:

Últimas