Novo Coronavírus

R7 Planalto Membros da CPI da covid poderão ser indicados na próxima semana

Membros da CPI da covid poderão ser indicados na próxima semana

Requerimento de abertura da comissão, que funcionará de forma presencial, será lido na sessão de terça-feira (13)

Na imagem, presidente Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

Na imagem, presidente Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

edro Gontijo / Senado Federal / 25.03.2021

O requerimento de abertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da covid-19 no Senado Federal será lido na próxima sessão, terça-feira (13), pelo presidente Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Na sequência, os partidos poderão indicar os membros da comissão, que funcionará de forma presencial.

“Será o único órgão a funcionar presencialmente no Senado, e eu vou buscar garantia e segurança sanitária de senadores, servidores, das pessoas que venham a depor nessa CPI”, disse Pacheco.

Nesta quinta-feira (8), o ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a abertura da CPI, que irá apurar ações e omissões do governo federal no combate à pandemia de covid-19.

A decisão atende a pedido feito pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que questionam a posição de Pacheco em avaliar o requerimento pela investigação, apresentado há 64 dias, no início de fevereiro, e que conta com cinco assinaturas a mais do que as que são exigidas.

Em relação a decisão, Pacheco afirmou que vai cumpri-la, mas que considera a determinação "equivocada" e que invoca precedentes inadequados. Para ele, a CPI pode gerar instabilidade política no Brasil, principalmente para contratar vacina e insumos. "Nós temos que apurar todos os malfeitos, essa apuração tem que ser feita, mas não era o momento. Mas respeito decisão judicial, decisão judicial se cumpre."

Últimas