R7 Planalto Ministro Celso de Mello, do STF, tira licença médica

Ministro Celso de Mello, do STF, tira licença médica

Magistrado completou 31 anos à frente do cargo no último dia 17. A data para sua aposentadoria está marcada para 1º de novembro

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, o ministro do STF Celso de Mello

Na imagem, o ministro do STF Celso de Mello

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), tirou licença para tratamento de saúde a partir desta quarta-feira (19).

A informação foi confirmada pelo telefone pelo gabinete de Mello. Não há, ainda, detalhes sobre o tratamento, tampouco a duração do afastamento.

Em nota, a assessoria de imprensa do STF informou que essa é a "quarta licença de Mello em 52 anos de serviço público", e tem o objetivo de realizar um "pequeno procedimento cirúrgico".

O ministro passou, recentemente, por uma cirurgia na região do quadril no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Mello recebeu alta e passou a receber o tratamento em sua residência, localizada na capital paulista. A cirurgia ocorreu no dia 22 de janeiro e a licença foi até o dia 19 de março.

Leia mais: Celso de Mello suspende processos contra Deltan Dallagnol

Aposentadoria

Mello completou, na última segunda-feira (17), 31 anos à frente do cargo. Neste mês de agosto, inicia seu último trimestre no STF – a data para sua aposentadoria está marcada para 1º de novembro, quando completa 75 anos.

A indicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve ocorrer a partir desta data, mas os nomes aventados são André Mendonça e Jorge Oliveira, ministros da Justiça e Segurança Pública e Secretaria-Geral, respectivamente, e João Otávio de Noronha, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Últimas