R7 Planalto Moraes apura se Roberto Jefferson usou fundo para divulgar fake news

Moraes apura se Roberto Jefferson usou fundo para divulgar fake news

Decisão se deu em resposta à OAB, no inquérito que investiga disseminação de notícias falsas e ameaças aos ministros

Na imagem, Roberto Jefferson (PTB)

Na imagem, Roberto Jefferson (PTB)

Felipe Menezes/PTB Nacional

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), solicitou informações ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre dados da prestação de contas do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) dos últimos cinco anos.

O objetivo é saber se o presidente da legenda, Roberto Jefferson, usou dinheiro do fundo partidário para divulgar fake news. A decisão se deu em resposta à petição feita pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) no inquérito que investiga disseminação de notícias falsas e ameaças aos ministros, que tem Jefferson como um dos investigados.

“Oficie-se ao Tribunal Superior Eleitoral para que informe se nas prestações de contas do diretório nacional do PTB dos últimos cinco exercícios houve repasses de valores ao senhor Roberto Jefferson Monteiro Francisco, e, em caso positivo, a que título”, diz Moraes.

Para a OAB, Jefferson vem empreendendo sistemática campanha de disseminação de notícias falsas em seus perfis em redes sociais.

“Nesse contexto, além de inserida no objeto deste Inquérito, atuação do representado transborda seus limites ao âmbito eleitoral, tendo em conta a motivada suspeita suscitada pela representante acerca da utilização do milionário fundo partidário, administrado pelo representado, como forma de financiar os ataques ostensivos e reiterados às instituições democráticas e à própria democracia”, argumenta Moraes.

A reportagem busca contato com Roberto Jefferson. O espaço está aberto para manifestação.

Últimas