R7 Planalto Moraes determina bloqueio das redes sociais de Roberto Jefferson

Moraes determina bloqueio das redes sociais de Roberto Jefferson

Ministro do Supremo Tribunal ordenou, ainda, que o presidente do PTB preste depoimento à Polícia Federal no prazo máximo de cinco dias

  • R7 Planalto | Clebio Cavagnolle, da Record TV, com Plínio Aguiar, do R7

Roberto Jefferson tem contas nas redes sociais bloqueadas pela Justiça

Roberto Jefferson tem contas nas redes sociais bloqueadas pela Justiça

Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou nesta quarta-feira (27) o bloqueio das contas em redes sociais do presidente do PTB, Roberto Jefferson, além do depoimento do próprio em cinco dias à Polícia Federal.

“Autorizo o bloqueio das contas em redes sociais, tais como Facebook, Twitter e Instagram, necessário para a interrupção dos discursos criminosos de ódio e contrário às Instituições Democráticas”, diz Moraes na decisão.

Leia mais: PF mira Hang, Roberto Jefferson e aliados de Bolsonaro por fake news

O ministro determinou também que o investigado seja ouvido pela Polícia Federal no prazo máximo de 5 (cinco) dias após a realização das medidas; devendo ser questionado, notadamente, "sobre as reiteradas postagens em redes sociais de mensagens contendo graves ofensas a esta Corte e seus integrantes".

A decisão mostra, inclusive, uma postagem feita por Jefferson, em que o presidente do PTB ataca os ministros da Corte. “Bolsonaro, para atender o povo e tomar as rédeas do governo, precisa de duas atitudes inadiáveis: demitir e substituir os 11 ministros do STF, herança maldita”, escreveu Jefferson no Twitter.

Veja também: Bia Kicis e outros deputados vão depôr em inquérito das fake news

Moraes ordenou, ainda, a busca e apreensão de armas que sejam encontradas nos endereços residencial e profissional de Jefferson.

Mais cedo, Jefferson foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal. As autoridades cumprem os mandados judiciais em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina. O inquérito do STF investiga notícias falsas que ameaçam a integridade dos ministros da Suprema Corte e de seus familiares.

O R7 busca contato com a defesa de Jefferson. O espaço está aberto para manifestação.

Últimas