R7 Planalto Novo se posiciona a favor de impeachment de Bolsonaro 

Novo se posiciona a favor de impeachment de Bolsonaro 

Partido, que tem bancada de 8 deputados na Câmara, endossa pedido do "Vem pra Rua" e acredita em crimes de responsabilidade

  • R7 Planalto | Mariana Londres e Daniel Trevor, da Record TV

Novo se posiciona a favor de impeachment de Bolsonaro

Novo se posiciona a favor de impeachment de Bolsonaro

Adriano Machado/Reuters - 29.06.2021

O partido Novo declarou nesta segunda-feira (5) apoio à abertura de um processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com a legenda: "após detalhada análise técnica, consultas a juristas, discussões, e ampla reflexão sobre os fatos apresentados e consolidados pela CPI da Pandemia, o Novo conclui de forma inequívoca que o presidente Jair Bolsonaro cometeu diversos crimes de responsabilidade previstos na Lei Federal nº 1.079/50. Dessa forma, o Partido Novo se posiciona a favor da abertura do processo de impeachment do presidente da República Jair Messias Bolsonaro".

O partido diz ainda que endossa especialmente o pedido de impeachment protocolado pelo movimento "Vem Pra Rua": "que em um documento de 922 páginas retrata mais de 35 tipificações penais em 130 crimes cometidos pelo presidente até o momento".

O líder do Novo na Câmara dos Deputados, Vinicius Poit (SP)

O líder do Novo na Câmara dos Deputados, Vinicius Poit (SP)

Reprodução Câmara dos Deputados

O Novo tem 8 deputados federais e um governador, eleitos em 2018. O líder do partido na Câmara é o deputado Vinicius Poit (SP). 

A legenda elencou potenciais crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente.

-Omissões e péssimas ações na gestão da pandemia, sobretudo no descaso com a aquisição das vacinas (Crimes de responsabilidade cometidos: artigos 5º, 11; 6º, 5; 7º, 5, 9; 8º, 7; 9º, 3, 4, 5, 6, 7; 11, 1; 12, 2 da Lei 1.079/50);

-Fortes indícios de prevaricação em denúncia de esquema de corrupção na compra do imunizante Covaxin (Crimes de responsabilidade cometidos: arts. 7º, 5; 9º, 3 e 7 da Lei 1.079/50);

-Interferências na Polícia Federal, Ministé impeachment rio da Justiça e na ABIN (Crimes de responsabilidade cometidos: arts. 6º, 5; 7º, 5; 9º, 3, 4, 6 e 7 da Lei 1079/50);

Últimas