Oposição se mobiliza para derrubar veto de Bolsonaro sobre máscaras

Presidente sancionou lei que torna obrigatório uso de máscara. Entre os vetos, estão o uso do equipamento em igrejas, comércios e escolas

Bolsonaro sanciona, com vetos, uso obrigatório de máscara

Bolsonaro sanciona, com vetos, uso obrigatório de máscara

Adriano Machado/Reuters - 23.06.2020

Partidos de oposição, como o PDT e PSB, se mobilizam para derrubar o veto publicado nesta sexta-feira (3) pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a lei que torna obrigatório o uso de máscara.

Em publicação no DOU (Diário Oficial da União), Bolsonaro sancionou parcialmente a lei que torna obrigatório o uso de máscara em espaços públicos e privados acessíveis ao público. Entre os vetos, estão o uso do equipamento de proteção em igrejas, comércios e escolas.

Leia mais: Coronavírus: os 7 erros mais comuns na hora de usar a máscara

Na avaliação do PDT, o ato “abre os caminhos para que a população descumpra as normas locais, ainda mais quando nesse quadro da pandemia, os Estados e Municípios estão intensificando a atuação para a contenção do contágio”. Por isso, acionou o STF (Supremo Tribunal Federal) para barrar o veto.

A bancada do PSB na Câmara dos Deputados também articulada a derrubada do veto presidencial. Na avaliação do líder da sigla, Alessandro Molon (RJ), Bolsonaro não pára de sabotar o combate à doença.

Veja também: Uso de máscara pode prevenir 2ª onda de covid-19, diz estudo

“O Congresso aprovou o uso obrigatório de máscara, um instrumento necessário para salvar vidas, após ouvir especialistas de saúde. Na sua constante politização de uma questão sanitária, Bolsonaro condena brasileiros à morte. Uma perigosa irresponsabilidade de quem deveria zelar pelos brasileiros”, argumenta Molon.