Oposição vai apresentar PL para que auxílio não atrase e seja integral

Partidos são contrários ao possível parcelamento da parcela de agosto e dizem que há brasileiros que só estão recebendo nos meses seguintes

Oposição vai apresentar PL para que auxílio não atrase e seja integral

Oposição vai apresentar PL para que auxílio não atrase e seja integral

Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Os partidos da oposição na Câmara dos Deputados, que somam um total de 130 deputados, vão apresentar um projeto de lei para que o pagamento do auxílio emergencial ocorra no mesmo mês da solicitação e não seja parcelado. 

Governo publica decreto que prorroga pagamento de auxílio

De acordo com a líder do PSOL, Fernanda Melchionna (RS), muitos brasileiros estão recebendo as parcelas com atraso. Existe ainda a possibilidade do auxílio de agosto ser parcelado, conforme o governo federal sinalizou. A oposição é contrária: "As contas das famílias não podem atrasar e nem ser parceladas". 

O líder da oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) cobrou que o governo seja mais transparente em relação ao pagamento das próximas parcelas do auxílio. "Não é razoável que o governo mantenha esse suspense. Garantir essa renda é fundamental para manter os brasileiros em casa. E é o auxílio que está evitando uma queda maior da economia", concluiu.