R7 Planalto Parlamentares pressionam pela votação do fim do foro privilegiado 

Parlamentares pressionam pela votação do fim do foro privilegiado 

Segundo congressistas, o texto do projeto, apresentado há 450 dias, está pronto para ir ao plenário, mas ainda não entrou na pauta de votações

Ato sobre projeto que acaba com foro privilegiado

Ato sobre projeto que acaba com foro privilegiado

Reprodução
   

Os líderes do Podemos na Câmara e no Senado, deputado federal Léo Moraes (RO) e senador Alvaro Dias (PR), ao lado de outros parlamentares do partido, fizeram nesta quarta-feira (4) um ato pela votação do projeto que acaba com o foro privilegiado.

De acordo com os parlamentares, o texto, apresentado há 450 dias, está pronto para ir ao plenário, mas ainda não entrou na pauta de votações. Por isso, Moraes conta que irá propor urgência. “Não podemos permitir um estelionato legislativo que está a 450 dias dormindo em berço esplêndido", disse.

Leia mais: STF limita foro privilegiado de deputados e senadores

O senador Álvaro Dias citou números que mostram a diferença entre os que têm foro e os que não têm. “É um privilégio que alcança quase 55 mil autoridades no País, confere a uma casta de privilegiados. Ficamos com impressão que nossa República mais parece um Império. Nesse campo da legislação criminal essa desigualdade é revoltante. A consequência é a impunidade”, argumenta.

Últimas