R7 Planalto Patriota afasta presidente Adilson Barroso por 90 dias

Patriota afasta presidente Adilson Barroso por 90 dias

Decisão, dada nesta quinta-feira (24), põe em xeque possível filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) a legenda

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, Adilson Barroso

Na imagem, Adilson Barroso

Reprodução/Patriota

O partido Patriota decidiu, nesta quinta-feira (24), afastar por 90 dias o presidente Adilson Barroso do comando da sigla.

A decisão foi tomada durante reunião da convenção nacional da sigla, realizada em hotel em Brasília. Durante o período, quem assume é o vice-presidente, Ovasco Resende.

O caso será enviado à Comissão de Ética, na qual Barroso terá direito de defesa. O colegiado emitirá parecer e posterior deliberação na Executiva Nacional. O afastamento é prorrogável por mais 90 dias.

A decisão põe em xeque a possível filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) a legenda, uma vez que Barroso defendia a inclusão dos Bolsonaro. Até o momento, apenas um de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro, já se filiou ao partido. Em nota, ele criticou a decisão do afastamento de Barroso. 

"Infelizmente, uma ala minoritária do Patriota não entendeu a magnitude da chegada de um Presidente da República ao partido. Convenção ilegal convocada por eles, sem previsão no estatuto e que é um verdadeiro tiro na cabeça deles mesmos. Fui para o Patriota antes de todo mundo para arrumar a casa e é o que vamos fazer", afirmou o senador.

Últimas