Novo Coronavírus

R7 Planalto Paulo Guedes dá aval para mais três parcelas do auxílio emergencial

Paulo Guedes dá aval para mais três parcelas do auxílio emergencial

Ministro da Economia confirmou repasse mensal de R$ 500, R$ 400 e R$ 300 respectivamente. Pasta ainda prepara mudanças nos programas sociais

  • R7 Planalto | Thiago Nolasco, da Record TV, e Mariana Londres, do R7

Próximas parcelas serão de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Próximas parcelas serão de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo - 22.06.2020

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deu o sinal verde para o governo federal pagar mais três parcelas do auxílio emergencial, nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

A pasta também prepara uma serie de medidas para criar o programa Renda Brasil, que implicaria na unificação de programas sociais como Bolsa Família, Seguro Defeso e Abono Salarial. Os três deixariam de existir.

Outra medida deve atingir as deduções do Imposto de Renda. A ideia da equipe econômica é acabar com deduções com Saúde, por exemplo, e baixar a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física para que não haja aumento da tributação. Uma das propostas é diminuir de 27,5% (a maior alíquota) para 25%. Os valores ainda estão em estudo.

O fim das deduções em Saúde do Imposto de Renda da Pessoa Física vem sendo defendido pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em uma sinalização de que há dialógo e convergência entre Executivo e Câmara sobre o assunto. De acordo com o deputado, essas deduções beneficiam principalmente os que têm renda média acima de R$ 33 mil mensais.

Calendário de parcelas

Ontem, o governo federal divulgou o calendário das novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 para 40 milhões de pessoas. Em live com o presidente Jair Bolsonaro, Guedes anunciou o pagamento.

"Estamos, agora no sábado (27), pagando mais uma parcela para 60 milhões de brasileiros. Neste próximo sábado até o sábado que vem, 60 milhões recebem mais uma parcela", afirmou Guedes.

O ministro incluiu os 19,2 milhões que fazem parte do Bolsa Família e já começaram a receber a terceira parcela desde 17 de junho. Nesta sexta-feira (26),  o pagamento será para mais 1,9 milhão de beneficiários do programa com o último dígito do NIS igual a 8, e segue até terça-feira.

Últimas