R7 Planalto PEC do voto impresso deve ser derrotada no plenário da Câmara

PEC do voto impresso deve ser derrotada no plenário da Câmara

Oposição tenta aumentar placar para enterrar de vez a discussão do projeto, marcada para esta terça-feira (10)

Deputados agora discutem mérito do texto

Deputados agora discutem mérito do texto

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Líderes da base do governo já admitem nos bastidores que não conseguem virar os 308 votos necessários para aprovar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do voto impresso. A estratégia da base, nos bastidores e no plenário, será de tentar adiar a votação, marcada para esta terça-feira (10), para ganhar mais tempo.

Já a oposição tenta o melhor placar possível, para enterrar de vez a discussão do voto impresso, que eles avaliam estar contaminados por ameaças antidemocráticas.

O adiamento da discussão ainda está no radar, mas é considerado remoto pois, de acordo com líderes, o presidente Arthur Lira (PP-AL) teria se comprometido com o STF (Supremo Tribunal Federal) a colocar a PEC do voto impresso em votação nesta terça-feira e, em votação, os requerimentos de adiamento devem ser derrotados.

A sessão da Câmara que tem o voto impresso na pauta já começou com análise da MP (Medida Provisória) 1045, do novo programa de manutenção do emprego, e é presidida pelo vice Marcelo Ramos (PL-AM). A PEC do voto impresso deve ser analisada em seguida.

Últimas