STF

R7 Planalto PF pede ao STF abertura de inquérito para investigar Toffoli

PF pede ao STF abertura de inquérito para investigar Toffoli

Ministro foi acusado por Sérgio Cabral de ter recebido R$ 4 milhões para favorecer dois ex-prefeitos da capital carioca

  • R7 Planalto | Clébio Cavagnolle, da Record TV

Ministro Dias Toffoli negou acusação

Ministro Dias Toffoli negou acusação

Nelson Jr./SCO/STF - 23.02.2021

A Polícia Federal pediu abertura de inquérito ao STF (Supremo Tribunal Federal) para investigar o ministro Dias Toffoli.

Toffoli foi acusado pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral de ter recebido R$ 4 milhões para favorecer dois ex-prefeitos da capital carioca em processos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A acusação foi feita em delação de Cabral, que comandou o estado entre 2007 e 2014, e está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da capital fluminense. Cabral foi detido em 17 de novembro de 2016 pela Polícia Federal durante a operação Calicute.

O ministro Dias Toffoli afirmou, por meio da assessoria, não ter conhecimento dos fatos mencionados e disse que jamais recebeu os supostos valores ilegais. O ministro refutou a possibilidade de ter atuado para favorecer qualquer pessoa no exercício de suas funções.

Últimas