Planalto e Caixa discutem falta de papel-moeda para auxílio 

Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni e presidente do Banco Central também participam de reunião para encontrar solução de pagamento

Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro está reunido na manhã desta quinta-feira (14) com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e com os presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, e da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para discutir o pagamento do auxílio emergencial. 

Há problemas na operacionalização dos pagamentos. Em algumas agências falta papel-moeda e fracassou a ideia inicial da Caixa e do BC de aproveitar o momento para bancarizar uma parcela maior da população brasileira. As pessoas que têm direito ao auxílio preferem sair das agências com o dinheiro na mão e não estão adaptadas a transações bancárias. 

Dentro do governo há críticas sobre a postura do Caixa, que estaria se isentado da  responsabilidade, o que estaria desagradando o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com pesquisa de 2019, há no Brasil 45 milhões de desbancarizados, o que prejudica a economia.