R7 Planalto Posse de Luiz Fux no STF terá Bolsonaro e divisórias de acrílico 

Posse de Luiz Fux no STF terá Bolsonaro e divisórias de acrílico 

A Suprema Corte estuda, também, a possibilidade de acomodar uma plateia reduzida de convidados, respeitando o distanciamento social

  • R7 Planalto | Clébio Cavagnolle, da Record TV, com Mariana Londres e Plínio Aguiar, do R7

Divisórias em sessão do STJ

Divisórias em sessão do STJ

Clébio Cavagnolle / Record TV / 27.08.2020

A posse do ministro Luiz Fux como presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), marcada para 10 de setembro, contará com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Para a realização da cerimônia sob as novas regras sanitárias em decorrência da pandemia do novo coronavírus, serão instaladas divisórias de acrílico entre os espaços que cada magistrado ocupa no plenário.

O STF estuda, também, a possibilidade de acomodar uma plateia reduzida de convidados, respeitando o distanciamento social.

Leia mais: 'Estilo Fux' é incógnita para o Palácio do Planalto

A posse de Fux no STF deve ocorrer no mesmo padrão da cerimônia realizada nesta quarta-feira (27) no STJ (Superior Tribunal de Justiça), onde tomaram posse os ministros Humberto Martins e Jorge Mussi como presidente e vice-presidente, respectivamente. A cerimônia não foi aberta ao público, houve apenas a mesa de autoridades no local e a imprensa pode cobrir presencialmente.

Fux foi eleito, por 10 votos a 1, em 25 de junho para presidir o STF nos próximos dois anos. A eleição ocorreria apenas em agosto, mas foi antecipada em decorrência da pandemia da covid-19. Também escolhida com 10 votos a 1, a ministra Rosa Weber será a vice-presidente da Corte.

Veja também: Luiz Fux, do STF, afirma que Forças Armadas não são poder moderador

Recentemente, os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin tomaram posse como presidente e vice-presidente, respectivamente, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) - uma cerimônia inédita, sem convidados e sem plateia presencial. Na ocasião, Bolsonaro também participou, mas por via remota.

Últimas