R7 Planalto Prefeito de BH, Alexandre Kalil tem 56% das intenções de voto 

Prefeito de BH, Alexandre Kalil tem 56% das intenções de voto 

Resultado é de pesquisa de opinião do Paraná Pesquisas. Eleições municipais ocorrem nos dias 15 e 29 de novembro em função da pandemia

Prefeito de BH, Alexandre Kalil tem 56% das intenções de voto

Prefeito de BH, Alexandre Kalil tem 56% das intenções de voto

Divulgação / PBH / Amira Hissa

O prefeito de Belo Horizonte (MG), Alexandre Kalil (PSD), tem 56% das intenções de voto para as Eleições municipais de 2020, segundo pesquisa de opinião. A votação para prefeitos e vereadores vai acontecer nos dias 15 e 29 de novembro, em primeiro e segundo turnos. 

O resultado é de pesquisa estimulada feito pelo Instituto Paraná Pesquisas. Na pesquisa estimulada, são apresentados os nomes dos possíveis candidatos ao eleitor, e ele escolhe um ou nenhum. Nos dois cenários feitos pelo instituto, um com mais candidatos e outros com menos, Kalil tem cerca de 56%: 55,9% no primeiro cenário, com mais candidatos, e 56,5% no segundo cenário, com menos candidatos. 

Um dos cenários da pesquisa

Um dos cenários da pesquisa

Reprodução

No primeiro cenário, o deputado estadual João Vitor Xavier (Cidadania) vem em segundo, com 6,5% das intenções de voto.  A deputada federal Áurea Carolina (Psol-MG) vem em terceiro, com 4,1% das intenções de voto e o deputado estadual Bruno Engler (PRTB) em quarto, com  2,1% das intenções, empatado com o também deputado estadual Professor Wendel Mesquita (Solidariedade). 

14,1% dos eleitores responderam que não votariam em nenhum dos candidatos e 7,1% disseram não saber em quem votariam. 

Já na pesquisa espontânea, quando o eleitor fala esponteneamente em quem votaria, a maior parte dos eleitores, ou 59,8% dizem não saber em quem vão votar. Alexandre Kalil é citado por 26,7% dos eleitores. 9,5% falam que não vão votar em ninguém. 1,5% escolhem a deputada Áurea Carolina como candidata.  0,6% citam João Vítor Xavier. Os nomes de André Janones, Bruno Engler, Nilmário Miranda e Rodrigo Paiva são citados por 0,2% dos eleitores cada. 

A pandemia do novo coronavírus mudou a data das eleições municipais de outubro para novembro e também reduziu o interesse da população nas eleições municipais. A três meses e meio da votação, em BH quase 60% não sabe dizer em quem pode votar. O mesmo percentual se repete em outras capitais. 

A pesquisa para BH foi feita pelo Instituto Paraná Pesquisas com uma amostra de 820 eleitores, entre os dias 22 a 25 de julho de 2020. A amostra tem grau de confiança de 95% para margem estimada de erro de 3,5 pontos percentuais para os resultados gerais.

Últimas