Prefeito de São Paulo, Bruno Covas recebe alta hospitalar

O tucano havia sido internado no Sírio Libanês na quarta-feira (13), após sintomas de desconforto abdominal

Na imagem, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB)

Na imagem, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB)

Divulgação / Prefeitura de SP

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (15). O tucano havia sido internado na quarta-feira (13) após sintomas de desconforto abdominal.

"Os exames evidenciaram quadro de colite autolimitada (inflamação do intestino com melhora espontânea)", diz a nota do Sírio Libanês, hospital onde Covas estava internado. "O prefeito apresentou rápida melhora clínica e, após período de vigilância médica, deixou o hospital hoje", completou.

Leia mais: Covas sobre internação: "Estou bem e seguindo orientações médicas"

Covas vem sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz e Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer.

Tratamento

No final de outubro do ano passado, Covas recebeu o diagnóstico de câncer na cárdia, que fica entre o estômago e o esôfago, com metástase também no fígado e linfonodos. De acordo com o médico infectologista, David Uip, o prefeito reagiu muito bem às sessões de quimioterapia e houve regressão do tumor após o primeiro ciclo do tratamento.

Covas recebeu o diagnóstico enquanto médicos investigavam as possíveis origens para coágulos que haviam se formado em uma das pernas e migrado para o pulmão do prefeito. Inicialmente, ele foi submetido a três sessões de quimioterapia, e respondeu bem à medicação. Diante disso, o prefeito fez mais cinco sessões e então passou a fazer imunoterapia, tratamento ainda em andamento.

Exames mostraram desaparecimento dos tumores na cárdia e no fígado, mas apontaram que uma das glândulas linfáticas ainda apresentava tamanho anormal para uma pessoa com as características do prefeito.