PT define Jilmar Tatto como candidato a prefeito de São Paulo

Em encontro virtual, secretário de comunicação do partido derrotou o deputado federal Alexandre Padilha

Nome de Jilmar Tatto será oficializado em convenção

Nome de Jilmar Tatto será oficializado em convenção

Cesar Ogata

O PT definiu na tarde deste sábado (16) o nome de Jilmar Tatto como candidato do partido para a prefeitura da capital. Em disputa interna, ele superou o deputado federal Alexandre Padilha e ficou com a vaga.

O nome de Tatto, atual secretário de comunicação da sigla, será oficializado em convenção nacional do partido, ainda sem data para acontecer. 

A definição por Tatto aconteceu durante o 20° Encontro Municipal de Definição de Candidaturas do PT da cidade de São Paulo. Pela primeira vez, o evento aconteceu virtualmente por conta da pandemia de covid-19. Jilmar conseguiu 312 votos, confirmando o favoritismo, contra 297 de Alexandre Padilha.

Nas redes sociais, o agora pré-candidato petista parabenizou o ex-ministro da saúde. "Foi uma honra passar por esse processo ao seu lado. Quero parabenizar pela forma como sempre agiu e dizer que estamos juntos e vamos seguir juntos para levar o PT de volta à prefeitura de SP", disse no Twitter.

O encontro virtual aconteceu entre os dias 15 e 16 de abril e contou com a participação da presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann), do ex-canditado à presidência pelo partido Fernando Haddad, do líder do PT na Câmara dos Deputados Enio Verri e do presidente estadual do partido, Luiz Marinho.

Aos 54 anos, Tatto é professor de história e está no partido desde a década de 1980. Foi deputado estadual e federal e, por duas vezes, ocupou o cargo de secretário de transportes da capital, durante as gestões petistas de Marta Supilcy (2001 a 2004) e Fernando Haddad (2013 a 2016).