R7 Planalto Renan Calheiros se declara parcial em tema sobre Alagoas na CPI

Renan Calheiros se declara parcial em tema sobre Alagoas na CPI

Senador é pai do governador do Estado, Renan Filho. Comissão investigará também repasses de verbas federais para entes

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, senador Renan Calheiros (MDB-AL)

Na imagem, senador Renan Calheiros (MDB-AL)

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil - 18.09.2019

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou nesta sexta-feira (23) ser parcial para analisar qualquer tema que envolva Alagoas na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, que investigará possíveis omissões do governo federal no combate à covid-19 e os repasses de verbas federais para Estados e Municípios.

"Desde já me declaro parcial para tratar qualquer tema na CPI que envolva Alagoas. Não relatarei ou votarei. Não há sequer indícios quanto ao estado, mas a minha suspeição antecipada é decisão de foro íntimo", afirmou.

Calheiros é o favorito para a vaga de relator da CPI da pandemia. Os membros da comissão irão se reunir na próxima terça-feira (27) para eleger os cargos, além da relatoria, da presidência e vice-presidência - nos dois últimos, há amplo acordo para que assumam, respectivamente, Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O anúncio do senador ocorre após pressão, por parte de governistas, de inflar sua chance de assumir a relatoria da CPI, posto mais importante da comissão. A argumentação foi a de que Calheiros é pai do governador do Alagoas, Renan Filho, e isso feriria o princípio de imparcialidade.

Aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), inclusive, judicializaram a questão. Carla Zambelli (PSL-SP) acionou a Justiça Federal, enquanto que o ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) acionou a PGR (Procuradoria-Geral da República) contra Calheiros.

Líder do Centrão, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), comentou o episódio. "Em mais de duas décadas no Congresso Nacional, é a 1ª vez que eu vejo uma candidatura de um “meio” relator em uma CPI. Se o senador Renan Calheiros se vê impedido (e nisso está correto), que seja escolhido um relator imparcial para conduzir os trabalhos de uma CPI tão relevante", afirmou.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas