Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre também foram alvo de hackers

Além dos presidentes do Senado e da Câmara, Procuradora-Geral, Raquel Dodge e membros de STF tiveram celular invadidos

Após Bolsonaro,  Maia e Alcolumbre foram confirmados como vítimas de hackers

Após Bolsonaro, Maia e Alcolumbre foram confirmados como vítimas de hackers

Marcos Corrêa/PR

O R7 Planalto confirmou que os hackers detidos na última terça-feira (23) acessaram os telefones dos presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Além dos dois líderes das principais casas da política brasileira, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, e de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) também tiveram os celulares invadidos.

Moro sobre hackers: há uma vulnerabilidade que será corrigida

Após a prisão dos quatro suspeitos no interior paulista foi descoberto que o presidente da República, Jair Bolsonaro, também havia sido alvo dos hackers. Ele se defendeu dizendo que invadir seu telefone foi perda de tempo.

Leia também: Suposto hacker diz que R$ 100 mil apreendidos eram de bitcoins

Procurados, o STF e a PGR (Procuradoria-Geral da República) preferiram não se manifestar sobre o tema, por enquanto. O STJ vai publicar nota sobre o hackeamento do celular de Noronha.

Veja mais: 77,4% dos brasileiros são contra auxílio-reclusão para presos