R7 Planalto Rosa Weber decidirá se Lula será preso na semana que vem

Rosa Weber decidirá se Lula será preso na semana que vem

Supremo Tribunal Federal julga, amanhã, habeas corpus preventivo a favor de Lula, que poderá ser preso antes da Páscoa 

Rosa Weber decidirá se Lula será preso na semana que vem

Rosa Weber tem voto decisivo na votação por HC de Lula

Rosa Weber tem voto decisivo na votação por HC de Lula

Fellipe Sampaio / SCO/ STF

O voto da ministra Rosa Weber será decisivo no julgamento desta quinta (22) do habeas corpus preventivo de Lula.

A sentença do Supremo será particular. Dirá respeito apenas a Lula. Portanto, não gerará jurisprudência. O que significa dizer que quem for favorável ao HC terá que arcar com o desgaste de dar liberdade a um ex-presidente condenado por lavagem de dinheiro e corrupção.

E, aí, a pressão da opinião pública pode falar mais alto do que o entendimento da lei.

Em 5 de outubro de 2016, Rosa Weber, Dias Tofolli, Celso de Mello, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski votaram contra a autorização para que o condenado em segunda instância possa ser preso.

Com a bandeada de Gilmar Mendes para o grupo dos que são contra a prisão, o jogo poderia ficar 6 a 5 a favor de Lula, mas Rosa Weber também pode mudar de lado. Nos últimos meses, ela tem se alinhado em quase todas as votações com a ala mais "punitiva" da Corte, formada por Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Alexandre de Moraes, embora mais independente, também deve ser contra o HC. 

Em resumo: o voto de Rosa Weber é uma incógnita, e no Supremo, como se viu, hoje, tudo pode acontecer.