R7 Planalto Senador pede suspensão de compra de aparelho espião

Senador pede suspensão de compra de aparelho espião

Alessandro Vieira (Cidadania-SE) argumenta que licitação não envolve GSI e Abin o que abre espaço para investigação clandestina

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília, com Clébio Cavagnolle, da Record TV

Senador Alessandro Vieira pede suspensão de licitação para compra de aparelho espião

Senador Alessandro Vieira pede suspensão de licitação para compra de aparelho espião

Edilson Rodrigues/Agência Senado - 13.05.2021

O senador Alessandro Vieira (Cidadania - SE) protocolará, na Justiça Federal, uma ação popular solicitando a suspensão do edital para aquisição do aparelho Pegasus, uma ferramenta de espionagem. A justificativa do senador é de que órgãos como o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e a Abin (Agência Brasileira de Informações), não estão nas tratativas, diferentemente de editais semelhantes ocorridos em outras ocasiões.

O R7 Planalto apurou que o edital causou revolta entre os servidores da Polícia Federal e da Abin, por estarem fora das tratativas. Fontes confirmaram que o sistema Pegasus é conhecido por ter sido usado para espionagem de jornalistas e críticos ao governo em outros países. 

Para o senador, “não se pode comprar um instrumento que tem servido como perseguição política e que não é possível identificar quem acessa, ou quem é alvo de cada ação”.

Alessandro ressalta que é favorável a incorporação de novas tecnologias ao trabalho das forças de Segurança Pública, mas que "deve seguir sempre os limites da legislação brasileira, que veda expressamente a prática de investigação clandestina. No caso específico, qualquer ferramenta que permita quebras de sigilo e interceptação deve ser passível de auditoria, que permita identificar com clareza os agentes responsáveis por cada acesso e os alvos de cada ação, bem como o alcance da operação e a respectiva autorização judicial".

Últimas