R7 Planalto Senador solicita reabertura da CPI da Chapecoense

Senador solicita reabertura da CPI da Chapecoense

Izalci Lucas (PSDB-DF) disse que portal do Senado apresentava falhas e que não entregou relatório final da comissão

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, senador Izalci Lucas (PSDB-DF)

Na imagem, senador Izalci Lucas (PSDB-DF)

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF)solicitou, na última quinta-feira (25), a reabertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre o acidente aéreo da Chapecoense.

“Surpreendeu-nos hoje a informação de que a CPI da Chapecoense, da qual sou o relator, havia sido encerrada. De fato, consta no portal da atividade legislativa do Senado Federal que a comissão teria sido extinta em 22 de dezembro de 2020, constando ainda, inclusive, que o meu relatório havia sido aprovado”, disse o senador.

“Supondo que tenha havido algum equívoco, eu suponho, de processamento, talvez até um arquivamento automático, peço que determine aos setores responsáveis o restabelecimento da decisão do então presidente Alcolumbre, que suspendeu todos os prazos das comissões temporárias. Tenho aqui a fundamentação, mas eu faço essa questão de ordem e peço a V. Exa. para a gente reabrir esse prazo para a CPI da Chapecoense, para que eu possa fazer o relatório, encerrar os debates que estávamos fazendo”, acrescentou.

A CPI do acidente da Chapecoense foi instalada em dezembro de 2019 para funcionar por seis meses, no entanto, o regimento interno determina que todas as comissões temporárias devem ser encerradas no final do ano. Diante da pandemia de covid-19, muitas delas, contudo, tiveram seus prazos estendidos. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que avaliará a situação.

acidente envolvendo jogadores da Chapecoense ocorreu em novembro de 2016. Na ocasião, o voo LaMia 2933 seguia com a seleção para a decisão da copa sul-americana, mas caiu na Colômbia, deixando 71 mortos.

*Com informações da Agência Senado

Últimas