R7 Planalto STJ julgará afastamento de Wilson Witzel na próxima quarta

STJ julgará afastamento de Wilson Witzel na próxima quarta

Governador do Rio de Janeiro pelo PSC foi afastado do cargo nesta sexta-feira (28) por determinação do ministro Benedito Gonçalves

  • R7 Planalto | Daniela Matos, da Record TV, com Plínio Aguiar, do R7

Witzel foi afastado do cargo de governador do RJ

Witzel foi afastado do cargo de governador do RJ

Wilton Junior/Estadão Conteúdo – 26.12.2019

A corte especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça) irá julgar o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), na próxima quarta-feira (2).

Witzel foi afastado do cargo nesta sexta-feira (28), por 180 dias, por determinação do ministro Benedito Gonçalves. A decisão, portanto, é monocrática, e passará pelo crivo dos demais ministros do colegiado na semana que vem - a Corte Especial, que analisará o caso, é composta pelos 15 ministros mais antigos do Tribunal.

Entenda: Wilson Witzel afastado: por que o STJ resolveu tirar o governador do Rio do cargo

O afastamento se dá em meio a uma operação realizada pela PF (Polícia Federal), que cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão contra funcionários políticos – o presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Pereira, foi preso. Há, ainda, buscas na casa do vice-governador, Cláudio Castro, que assume o posto de Witzel, e o do presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), deputado estadual André Ceciliano (PT).

Os suspeitos negam as acusações. "A defesa do governador Wilson Witzel recebe com grande surpresa a decisão, tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade. Os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis", afirmou em nota. Já a defesa de Everaldo argumenta que ele sempre esteve à disposição de todas as autoridades e reitera sua confiança na Justiça.

Últimas