R7 Planalto TCU investigará auditor sobre relatório de mortes por covid-19

TCU investigará auditor sobre relatório de mortes por covid-19

Órgão reafirma que dados, informados por Jair Bolsonaro, são pessoais e não constam de quaisquer processos oficiais da Corte

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

TCU investigará auditor sobre relatório

TCU investigará auditor sobre relatório

Saulo Cruz/TCU

O TCU (Tribunal de Contas da União) investigará o auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques na elaboração do suposto relatório que questiona as mortes por covid-19 no país no ano de 2020.

"Será instaurado procedimento interno para apurar se houve alguma inadequação de conduta funcional no caso", afirma o órgão em nota.

A corte reafirma que as questões veiculadas no referido documento não encontram respaldo em nenhuma fiscalização do TCU. O arquivo sobre as mortes por covid-19 refere-se uma análise pessoal de um servidor do Tribunal compartilhada para discussão e não consta de quaisquer processos oficiais do órgão. 

Relatório

A corte divulgou uma nota na última segunda-feira (7) que nega a informação dada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que teria realizado um relatório que põe em dúvida 50% das mortes por covid-19.

“O TCU esclarece que não há informações em relatórios do tribunal que apontem que ‘em torno de 50% dos óbitos por covid no ano passado não foram por covid’, conforme afirmação do presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje”. O órgão completou que não é autor do documento que circula na imprensa e nas redes sociais.

Horas antes, Bolsonaro havia dado a declaração, creditada ao TCU, para apoiadores em Brasília. Nesta terça, porém, admitiu que errou e disse que ele próprio fez uma tabela que apontou esse resultado, mas, novamente, sem apresentar provas.

A reportagem procura contato com o auditor. O espaço está aberto para manifestação.

Últimas