R7 Planalto Vídeo contradiz mulher, diz defesa de senador suspeito de estupro

Vídeo contradiz mulher, diz defesa de senador suspeito de estupro

Na segunda (23), parlamentar Irajá Silvestre Filho (PSD-TO) foi acusado de crime contra uma jovem de 22 anos num flat em um bairro nobre de SP

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, senador Irajá Silvestre (PSD-TO)

Na imagem, senador Irajá Silvestre (PSD-TO)

Jane de Araújo/Agência Senado - 12.02.2020

A defesa do senador Irajá Silvestre (PSD-TO), suspeito de estupro contra uma jovem de 22 anos, afirmou que imagens da casa noturna e do flat contradizem a versão da vítima.

“A denunciante disse que teria sido supostamente dopada, estaria inconsciente ou com amnésia, quando ainda estava na companhia do senador Irajá desde o momento em que estavam com amigos num restaurante na capital paulista, o que não condiz com a realidade”, diz nota do advogado Daniel Bialski.

Leia mais: Feminicídios voltam a crescer durante a quarentena em SP

“Todas as imagens de CFTV requisitadas, de todos os locais em que estiveram naquela data, revelam justamente o contrário, ou seja, de que eles chegaram de mãos dadas, caminhando tranquilamente e, mais do que isso, mostrando que ela manuseara seu celular, conduta incompatível com alguém que estaria alegadamente sem a capacidade e discernimento de seus atos”, acrescenta.

O advogado informa, também, que o senador se submeteu aos exames de corpo de delito e toxicológico. “O resultado do exame do nosso constituinte foi negativo, fulminando, de pronto, a alegação da vítima de que teria entrado em luta corporal com ele”, diz.

A reportagem busca contato com a jovem. O espaço está aberto para manifestação.

Veja também: Com maior número em sete anos, SP registra estupro a cada 42 minutos

Caso

O senador é suspeito de estuprar uma jovem de 22 anos num flat em um bairro nobre da cidade de São Paulo (SP). A suspeita contra o senador, filho da também senadora Kátia Abreu (PP-TO), consta de um boletim de ocorrência registrado na madrugada desta segunda-feira (23) pela jovem no 14º Distrito Policial (Pinheiros). O parlamentar nega as acusações.

Últimas