R7 Planalto Wilson Witzel recorre ao STF contra afastamento do cargo

Wilson Witzel recorre ao STF contra afastamento do cargo

Recurso foi distribuído ao presidente da Suprema Corte, ministro Dias Toffoli, que pode encaminhar caso ao plenário

  • R7 Planalto | Clébio Cavagnolle, da Record TV, e Plínio Aguiar, do R7

Wilson Witzel recorre ao STF contra afastamento do cargo

Wilson Witzel recorre ao STF contra afastamento do cargo

Pilar Olivares/Reuters - 28.08.2020

O governador Wilson Witzel (PSC) protocolou junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) um pedido de cassação de liminar que determinou seu afastamento do governo do Rio de Janeiro por 180 dias.

O recurso impetrado pela defesa de Witzel foi distribuído ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que pode encaminhar a ação ao plenário, sob o argumento de mostrar unanimidade entre os ministros da Suprema Corte.

Leia mais: Fux se declara suspeito em ação do STF sobre impeachment de Witzel

A decisão do afastamento de Witzel ocorreu na última sexta-feira (28) após determinação do ministro Benedito Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), e fez parte da operação Tris in Idem, da PF (Polícia Federal), que investiga corrupção em contratos públicos no Rio de Janeiro.

Em nota, a defesa de Witzel disse que o governador recebeu com grande surpresa a decisão, "tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade". "Os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis", afirmou.

Veja também: Witzel ataca ex-secretário e diz que está tendo defesa cerceada

Na última semana, Toffoli recebeu revés do ministro Alexandre de Moraes, que revogou decisão do presidente do STF e manteve em andamento o rito do processo de impeachment contra Witzel na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Últimas