CPI da Covid

R7 Planalto Zambelli questionará na Justiça parcialidade de Renan Calheiros

Zambelli questionará na Justiça parcialidade de Renan Calheiros

Senador, relator da CPI da covid, apresentará no final dos trabalhos da comissão relatório sobre possíveis omissões do governo

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, deputada Carla Zambelli (PSL-SP)

Na imagem, deputada Carla Zambelli (PSL-SP)

Najara Araújo/Câmara dos Deputados

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), aliada do presidente Jair Bolsonaro, informou ao R7 Planalto que pretende questionar na Justiça a parcialidade do senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid.

O documento será protocolado na Justiça assim que o relatório do senador for apresentado – ou seja, no final dos trabalhos da CPI.

“O fato é que, mesmo antes do início da CPI, o senador Renan Calheiros deliberadamente demonstrou a sua parcialidade. Nunca escondeu seu lado nesse jogo. Então ele não vai para a comissão com o intuito de colaborar de forma isenta com os fatos, mas sim com o objetivo de dar um veredito contra o presidente Bolsonaro”, afirmou Zambelli.

“Inclusive, em várias de suas declarações, o senador fez questão de bater no governo federal. Quando o depoente estava atacando o presidente, o senador tratava com educação e cordialidade. Mas quando, por exemplo, foram o ministro Queiroga e o ex-secretário Wajngarten, o senador não poupou esforços para intimidá-los. É evidente para todo mundo sua articulação com esse relatório final”, completa.

Zambelli tentou barrar Calheiros na relatoria da CPI, mas não obteve sucesso. A argumentação usada, na peça, era de que o senador era pai do governador de Alagoas, Renan Filho, e isso, contesta, fere os princípios da moralidade e da impessoalidade administrativas.

Últimas