Rodrigo Constantino Cotas em empresas podem representar a morte da gestão

Cotas em empresas podem representar a morte da gestão

Rodrigo Constantino destaca nesta coluna que as ações afirmativas de algumas empresas refletem a 'era do cinismo empresarial'. Segundo ele, essa atitude só aguça preconceito e discriminação. Empresas devem ser geridas no foco no indivíduo e suas habilidades, independente de raça, sexo. Em breve empresas terão que ter cotas para mulheres e negros em todos os seus departamentos, e isso poderá ser a morte da gestão.

Últimas