Rodrigo Constantino Elite progressista vive em bolha em que intenções substituem agendas

Elite progressista vive em bolha em que intenções substituem agendas

Para esse público, a retórica sempre valeu mais do que os resultados. A imagem sempre foi mais importante do que a essência. É essa turma que adora Barack Obama, o “liberal”, que fazia belos discursos, enquanto entregava resultados medíocres. Já Donald Trump, o fanfarrão, apresenta resultados bem melhores, mas desperta o desprezo da patota pois não se encaixa na liturgia do cargo.

Últimas