Rodrigo Constantino Ser de esquerda é mais motivo de vergonha que de orgulho

Ser de esquerda é mais motivo de vergonha que de orgulho

Rodrigo Constantino destaca nessa coluna como o discurso da esquerda tenta se apropriar do termo liberal. Um liberalismo bem esquisito que apoia o Partico Comunista Chinês. Enaltecem FHC e Obama como ícones do liberalismo e são simpáticos ao plebiscito no Chile e o governo argentino que vem destruindo a economia do país vizinho.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas