Reintegração de posse remove famílias de terreno na zona leste de SP

Centenas de famílias foram removidas de um terreno particular em Guaianases, na zona leste de São Paulo, na manhã desta terça-feira, 16. A Polícia Militar acompanhou a execução da ordem judicial de reintegração de posse, que partiu de uma solicitação do proprietário, Flávio Nogueira Venosa.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, o terreno será utilizado para a construção de moradias vinculadas ao programa Minha Casa Minha Vida. É necessário, porém, receber recursos do governo federal, que ainda não liberou a verba para o andamento do projeto.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a fila de espera por moradias na cidade de São Paulo é de 200.755 mil famílias com cadastro ativo. Em nota, o Executivo da capuital paulista informou que a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) visitou o terreno de Guaianases em 4 de junho, para oferecer acolhimento às famílias, mas não houve adesão.

"A Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) já entrou em contato com a liderança das famílias que invadiram o terreno e se colocou à disposição para realizar o cadastramento das famílias interessadas em se inscrever na lista de espera do programa municipal de habitação", disse a Prefeitura no comunicado.