Ric Mais Gato enterrado em cemitério municipal gera discórdia em Umuarama

Gato enterrado em cemitério municipal gera discórdia em Umuarama

Gato enterrado em cemitério municipal gera discórdia em Umuarama

Gato enterrado em cemitério municipal gera discórdia em Umuarama

Uma família velou e sepultou seu gato de estimação no Cemitério Municipal de Umuarama no dia 27 de agosto deste ano. A situação incomum gerou manifestações contrárias no município e ele acabou sendo desenterrado por funcionários da prefeitura no último domingo (3). As opiniões se divergem, enquanto alguns habitantes da cidade dizem ser um direito do proprietário enterrar o gatinho no seu terreno, outros moradores não aceitaram que o bichano fosse enterrado no mesmo local destinado a humanos. Segundo o diretor da Administração de Cemitérios e Serviços Funerários de Umuarama (Acesf), Vicente Rezende, não existe lei que impeça o sepultamento de animais em terrenos próprios no cemitério. “Eles quiseram colocar dentro do túmulo, a gente não pode dizer se pode ou se não pode. Nosso trabalho é voltado para o ser humano, então não houve nenhum tipo de documentação, valores, tudo foi por conta da pessoa. Nem funcionários nós direcionamentos para este tipo de caso”, disse. Já o gerente de um cemitério em Maringá, que fica à 160 quilômetros de Umuarama, acredita que enterrar animais no espaço reservado para pessoas não seja uma solução adequada e conta que em “seu cemitério” só são realizados sepultamentos com certidão de óbito registradas em cartório.    Assista à reportagem:   Leia também: Lobo-marinho rouba a cena em Guaratuba e faz sucesso entre banhistas Conheça o projeto gratuito de castração de animais da prefeitura de Curitiba