Ric Mais Rio de Janeiro, Fortaleza e DF puxam queda de preços de imóveis em 2017

Rio de Janeiro, Fortaleza e DF puxam queda de preços de imóveis em 2017

Rio de Janeiro, Fortaleza e DF puxam queda de preços de imóveis em 2017

Rio de Janeiro, Fortaleza e DF puxam queda de preços de imóveis em 2017

*Do R7 As cidades do Rio de Janeiro, Fortaleza, Niterói, além do Distrito Federal, encabeçam a lista de cidades e regiões do País que apresentaram a maior queda no preço dos imóveis em 2017, de acordo com o índice FipeZap divulgado nesta terça-feira (5). No geral, os imóveis ficaram 0,5% mais baratos entre janeiro e outubro. Imóveis residenciais ficaram 4,21% mais baratos na Cidade Maravilhosa entre janeiro e outubro de 2017. Na capital cearense, casas e apartamentos estão 3,34%, enquanto que, em Niterói, ficaram 3,27% mais baratos. No Distrito Federal, os imóveis ficaram 2,51% mais em conta. Na contramão, Belo Horizonte e Florianópolis viram casas e apartamentos subirem mais de 4% neste ano. Em São Paulo, os imóveis residenciais subiram 1,3% entre janeiro e outubro. Apesar da queda dos preços, o Rio de Janeiro permanece na liderança do ranking de valores do metro quadrado. Em média, quem quer comprar um imóvel na cidade paga, em média, R$ 9.835. São Paulo aparece na segunda colocação, com o preço de R$ 8.736 por metro quadrado. A terceira posição é do Distrito Federal, onde o metro é negociado, em média, por R$ 8.256. Niterói é a quarta colocada (R$ 7.237), seguida por Florianópolis (R$ 6.839), Belo Horizonte (R$ 6.463) e Fortaleza (R$ 6.037). Preço do apê O brasileiro que comprou um imóvel em outubro pagou, em média, R$ 7.632 pelo metro quadrado. Significa dizer que um apartamento padrão, de 60 metros quadrados, custa em média R$ 457,9 mil. No Rio de Janeiro, porém, esse mesmo apartamento de 60 metros quadrados sai, em média, por R$ 590,1 mil. Em São Paulo, o comprador desembolsa, pelo mesmo imóvel, R$ 524,1 mil. Já no Distrito Federal, a simulação aponta que o mesmo imóvel custa R$ 495,3 mil. Em Fortaleza, um apê nos mesmos moldes, com 60 metros quadrados, custa, em média, R$ 362,2 mil. VEJA O PREÇO MÉDIO DO METRO QUADRADO EM CIDADES BRASILEIRAS: Rio de Janeiro (RJ) — R$ 9.835 São Paulo (SP) — R$ 8.736 Distrito Federal — R$ 8.256 Média (20 cidades) — R$ 7.632 Niteroi (RJ) — R$ 7.237 Florianópolis (SC) — R$ 6.839 Belo Horizonte (MG) — R$ 6.463 Fortaleza (CE) — R$ 6.037 Recife (PE) — R$ 5.905 São Caetano do Sul (SP) — R$ 5.853 Curitiba (PR) — R$ 5.730 Vitória (ES) — R$ 5.723 Porto Alegre (RS) — R$ 5.656 Campinas (SP) — R$ 5.553 Santos (SP) — R$ 5.328 Santo André (SP) — R$ 5.265 Salvador (BA) — R$ 5.033 São Bernardo do Campo (SP) — R$ 4.861 Vila Velha (ES) — R$ 4.630 Goiânia (GO) — R$ 4.118 Contagem (MG) — R$ 3.527 Leia também: Protecionismo e exceções tarifárias prejudicam potencial de Mercosul Petrobras reajusta preço do gás de cozinha em 8,9% Número de famílias endividadas cresce em novembro, diz CNC