Rio de Janeiro Ação da prefeitura e MP demole construções de R$ 2 mi da milícia 

Ação da prefeitura e MP demole construções de R$ 2 mi da milícia 

Obras já haviam sido notificadas, após constatação de ilegalidades. PM e Guarda Municipal participaram da operação

A Prefeitura do Rio, em conjunto com o MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro), demoliu construções ilegais da milícia em Rio das Pedras, na zona oeste. A organização criminosa investiu cerca de R$ 2 milhões nas obras.

Gaeco esteve na ação

Gaeco esteve na ação

Divulgação/Prefeitura do Rio

Dois prédios, um de três e outro de quatro pavimentos, estavam sendo construídos em área pública, nas proximidades de uma encosta.

Ambas construções já haviam sido notificadas, após constatação de ilegalidades.

A demolição está sendo realizada de forma manual pela Secretaria de Conservação para não comprometer a estrutura dos imóveis e das construções do entorno.

Funcionários da Light e da Cedae estiveram no local para remover pontos de furtos de água e energia elétrica.

A operação da Seop (Secretaria de Ordem Pública) contou com a atuação da força-tarefa do Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado). A Guarda Municipal e o Batalhão de Choque da PM também participaram da ação.

“Essa é mais uma ação que realizamos de combate às construções irregulares, especialmente em áreas que sofrem influência do crime organizado, como Rio das Pedras”, afirmou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevalle.

Desde o início do ano, a Seop realizou aproximadamente 400 demolições de imóveis irregulares na cidade do Rio.

Últimas