Ação investiga fraude na compra de objetos de limpeza em Niterói (RJ)

Segundo o MPRJ, houve contratos ilícitos na compra de álcool em gel e sabonete líquido para a Fundação Pública Municipal de Educação de Niterói 

Mercadorias custaram R$300 mil

Mercadorias custaram R$300 mil

Agência Brasil

A Polícia Civil junto com o MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) realizou nesta segunda-feira (25) uma operação para desarticular uma suposta fraude na aquisição de equipamentos de limpeza para combater a covid-19 em Niterói, na região metropolitana do Rio.

Leia também: Estado do Rio atinge 3.993 óbitos e 37.912 casos de covid-19

Segundo o MPRJ, houve contratos ilícitos na compra de álcool em gel e sabonete líquido para a Fundação Pública Municipal de Educação de Niterói. 

Na operação, foi realizada uma inspeção no almoxarifado da Fundação e não foi registrado nenhuma entrada das mercadorias, que custaram R$ 300 mil dos cofres publicos.

A ação, de acordo com a Polícia Civil, tem como objetivo o cumprimento de 27 mandados de busca e apreensão, 10 de bloqueio judicial de contas bancárias e sete de intimações para depoimento simultâneo, em endereços ligados aos  funcionários que participaram da contratação, além das empresas e empresários contratados.

Estão sendo investigados ainda outros contratos irregulares entre o município e pessoas físicas e jurídicas apontadas no inquérito, algo que envolve cerca de R$ 1,6 milhão.

*Estagiario do R7, sob supervisão de PH Rosa