Rio de Janeiro Acusado de matar sargento da PM em 2019 é preso no Rio

Acusado de matar sargento da PM em 2019 é preso no Rio

Homem foi detido por agentes do Botafogo Presente e é apontado pela morte do agente José Luiz Wanderley em Maricá, há dois anos

PM José Luiz Wanderley foi morto em 2019

PM José Luiz Wanderley foi morto em 2019

Reprodução/Record TV Rio

Um homem acusado de matar um sargento da Polícia Militar em 2019 foi preso na manhã desta sexta-feira (18) por agentes do programa Botafogo Presente, no bairro da zona sul do Rio de Janeiro.

Os agentes faziam patrulhamento no bairro e afirmaram que o suspeito demonstrou nervosismo ao ver os policiais. O homem disse ser morador de Cabo Frio, na Região dos Lagos, e que estava esperando o filho e a esposa saírem do Instituto Figueira Fernandes.

Após consulta ao Núcleo de Inteligência, os agentes constataram que havia um mandado de prisão em aberto por homicídio contra o homem. Ele foi conduzido à 10ªDP (Botafogo), onde foi confirmado que o mandado era referente ao assassinato do sargento José Luiz Wanderley, além de possuir outras 12 anotações criminais.

O corpo do sargento foi encontrado carbonizado dentro de seu carro queimado em Maricá, na Região Metropolitana do Rio, em dezembro de 2019. Ele desapareceu no dia 7 e não fez mais contato com a família, sendo achado morto dois dias depois.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas