Rio de Janeiro Agente da PRF é preso por oferecer dinheiro para adolescente produzir cenas de pornografia

Agente da PRF é preso por oferecer dinheiro para adolescente produzir cenas de pornografia

Juiz da Vara Criminal de Maricá, região metropolitana do Rio, aceitou a denúncia contra o acusado no último dia 19

DCAV conduziu as investigações da denúncia

DCAV conduziu as investigações da denúncia

Divulgação/Polícia Civil

A Justiça do Rio tornou réu e decretou a prisão preventiva (sem prazo) de um agente da PRF (Polícia Rodoviária Federal) acusado de oferecer dinheiro a menores de idade para produção de fotografias e vídeos íntimos. O acusado foi detido na superintendência regional no Rio de Janeiro, segundo informações da polícia.

A denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) foi aceita pelo juiz Ricardo Pinheiro Machado, da Vara Criminal de Maricá, na região metropolitana, no último dia 19.

De acordo com o documento, o homem se aproximou de uma vítima de 14 anos pelas redes sociais, por meio de um perfil anônimo, e ofereceu dinheiro para que ela produzisse cenas pornográficas, além de ter tentado intermediar a participação de outra menor nesses conteúdos.

A decisão judicial ressaltou que o réu possuía o material citado e determinou também buscas e apreensões em endereços ligados a ele e a quebra dos sigilos telefônico e de dados de informática.

O caso foi descoberto pela mãe da vítima e denunciado às autoridades. A apuração ocorreu na DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima). A Polícia Civil ainda não se manifestou sobre as investigações.

Procurada, a PRF afirmou que não comenta casos com investigação em andamento e declarou que repudia "veementemente quaisquer práticas atentatórias aos direitos humanos".

Últimas