Rio de Janeiro "Ainda fico triste lembrando", diz adolescente que sobreviveu a acidente que matou pais e irmãos

"Ainda fico triste lembrando", diz adolescente que sobreviveu a acidente que matou pais e irmãos

Christian Lima Corrêa, de 16 anos, recebeu alta no sábado (1º), após ficar cerca de quinze dias internado

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Viviane Felippe, da Record TV Rio

Christian se recupera com família paterna

Christian se recupera com família paterna

Reprodução/Record TV Rio

O único sobrevivente de um acidente na rodovia BR-493 recebeu alta no último sábado (1º). Christian Lima Corrêa estava em um carro com os pais e cinco irmãos quando um caminhão atravessou a pista e atingiu o veículo da família, no dia 18 de março.

Christian, de 16 anos, e o irmão Guilherme Lima, de 14 anos, foram socorridos com vida, mas o mais novo não resistiu e morreu dias depois do acidente.

Em um vídeo exclusivo enviado à Record TV Rio, Christian, que agora vive com a família paterna, falou sobre a perda dos pais e irmãos e sobre sua recuperação.

“Ainda fico muito triste lembrando do acidente, lembro da minha família. Ainda não estou querendo ver os vídeos porque eu fico muito triste. Mas eu agradeço a Deus e peço pra confortar meu coração e da minha família também. Eu estou melhorando, graças a Deus. Eu estou tentando superar isso.”

O acidente aconteceu quando a família seguia de Magé para Niterói, onde haveria o aniversário da sobrinha de Jonathan Guimarães Corrêa, pai de Christian. O motorista do caminhão disse que perdeu o controle ao tentar dar passagem a uma carreta.

Ele passou pelo exame de alcoolemia, que comprovou que ele não havia consumido álcool. O condutor do caminhão vai responder por seis homicídios culposos - quando não há intenção de matar.

Últimas