Caso Henry

Rio de Janeiro Alerj revoga Medalha Tiradentes concedida ao vereador Dr. Jairinho

Alerj revoga Medalha Tiradentes concedida ao vereador Dr. Jairinho

Parlamentar está preso desde 8 de abril e é acusado pela morte do enteado Henry Borel, de 4 anos

  • Rio de Janeiro | Inácio Loyola do R7*

Por unanimidade, a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) revogou a Medalha Tiradentes concedida ao vereador Dr. Jairinho, preso acusado pela morte do enteado Henry Borel, em votação nesta quarta-feira (19).

Alerj revoga Medalha Tiradentes concedida ao vereador Dr. Jairinho

Alerj revoga Medalha Tiradentes concedida ao vereador Dr. Jairinho

Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Medalha Tiradentes é a maior honraria do Estado e havia sido entregue ao vereador Dr. Jairinho em 2007 no primeiro mandato dele.

O pedido da revogação da homenagem ao vereador foi protocolado em 12 de abril pelo deputado Noel de Carvalho (PSDB), com apoio de 33 parlamentares.

“A aprovação da resolução que revogou a Medalha Tiradentes ao Dr. Jairinho não tem como objetivo condená-lo, isto é responsabilidade do Poder Judiciário. Mas, como parlamentar, acho que quem é suspeito de cometer crimes dessa gravidade, com tantas provas, não pode permanecer com um título como a Medalha Tiradentes, honraria tão especial dada pelo estado a pessoas que prestam serviços relevantes à sociedade. Sou pai, avô e bisavô e sei o quanto as crianças são indefesas e precisam de nós, adultos. O vereador Dr. Jairinho foi indiciado por homicídio do seu enteado Henry, de 5 anos, e ainda responde por tortura a uma outra criança. Essas histórias doem na alma da gente”, disse Noel de Carvalho.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas