Rio de Janeiro Aplicação de segunda dose de CoronaVac é adiada no Rio

Aplicação de segunda dose de CoronaVac é adiada no Rio

Secretaria Municipal de Saúde disse que aguarda nova remessa do Ministério da Saúde; previsão é de retomada na sexta (14)

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Doses da CoronaVac estão em falta

Doses da CoronaVac estão em falta

Divulgação/Prefeitura do Rio

A aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac contra a covid-19 será adiada no Rio de Janeiro. O atendimento de idosos de 64 e 65, que estava previsto para quinta-feira (13), deverá ocorrer na sexta (14).

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o município ainda não recebeu do Ministério da Saúde a remessa de 90 mil doses da CoronaVac.

O Ministério da Saúde declarou que irá distribuir 5,7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 pelo país nesta semana. São 3,7 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), e 1,9 milhões de doses da CoronaVac, do Instituto Butantan.

A nota esclarece que a nova remessa é destinada à aplicação de segunda dose em trabalhadores da saúde, idosos entre 65 e 69 anos e entre 85 e 89 anos, povos indígenas, ribeirinhos e quilombolas, e para continuidade da vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente.

Em relação a gestantes e puérperas, o Ministério da Saúde ressalta que a vacinação deverá prosseguir, no momento, apenas em mulheres com comorbidades e com os imunizantes do Butantan ou da Pfizer/BioNTech.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas