Rio de Janeiro Após madrugada de operação, escolas no Alemão cancelam aulas

Após madrugada de operação, escolas no Alemão cancelam aulas

235 militares das Forças Armadas e 70 policiais civis estiveram nas comunidades do Complexo para verificar denúncias de tráfico de drogas

operação alemão

Militares em operação durante a madrugada no Complexo do Alemão

Militares em operação durante a madrugada no Complexo do Alemão

BETINHO CASAS NOVAS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO/17.08.2018

Agentes das Forças Armadas e da Polícia Civil iniciaram, na noite de quinta-feira (16), uma operação no Complexo do Alemão, na zona norte Rio de Janeiro. A ação durou toda a madrugada desta sexta (17).

Segundo o Comando Conjunto, as ações tinham como objetivo verificar denúncias de tráfico de drogas e outros crimes.

Foram empregados 235 militares e 70 policiais civis, com apoio de veículos blindados e aeronaves.

Por volta das 2h10, na chegada dos agentes, a plataforma OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) registrou tiros nas localidades Canitar e Grota.

Braga Netto determina extinção da Delegacia do Complexo do Alemão

Escolas cancelaram aulas

Escolas cancelaram aulas

Reprodução/Vozes da Comunidade

Apesar do fim da operação, algumas escolas do Complexo estão comunicando aos moradores que não haverá aula na manhã de hoje.

"Sabe quando você acha que tá sonhando? Mas não, tem um helicóptero mesmo sobrevoando a região. As fotos do local, com os militares e tanques (TANQUES!!!!!) são de causar aflição. Tipo guerra mesmo. Que Deus abençoe os moradores do Complexo do Alemão", escreveu um internauta.

O Coronel Carlos Cinelli, do CML (Comando Militar do Leste), informou que não será emitido balanço da operação.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

    Access log