Novo Coronavírus

Rio de Janeiro Áreas de lazer ao ar livre reabrem com movimento no Rio de Janeiro

Áreas de lazer ao ar livre reabrem com movimento no Rio de Janeiro

Desde o início da pandemia, avenidas da zona sul carioca não fechavam mais para o uso de pedestres aos domingos

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Avenida Atlântica reaberta na praia do Leme

Avenida Atlântica reaberta na praia do Leme

Ellan Lustosa/Código19/Estadão Conteúdo

O primeiro dia de reabertura das áreas de lazer nas pistas da zona sul do Rio de Janeiro atraiu milhares de pessoas neste domingo (12).

Com sua utilização suspensa desde o início da pandemia de covid-19, essas avenidas, que tradicionalmente atraem os cariocas aos domingos, quando são fechadas aos veículos, puderam novamente ser palco de brincadeiras, passeios de bicicleta e corridas.

As pistas do Aterro do Flamengo e da orla de Copacabana e Ipanema foram invadidas por um público ávido por atividades ao ar livre.

Desde esportistas até crianças e idosos, todos aproveitaram para se exercitar um pouco, sob um tempo de céu azul e temperatura amena, como é comum no inverno carioca.

Embora a grande maioria estivesse usando máscaras, algumas pessoas ainda resistiam ao uso da proteção, que por decreto estadual é obrigatória em todo o estado.

Era possível ver pessoas com a máscara no queixo e outras totalmente desprotegidas. É comum corredores argumentarem que a máscara dificulta a respiração, mas mesmo assim, seu uso é obrigatório.

Nas areias, fiscais da prefeitura atuavam para só permitir no local pessoas praticando esportes individuais. Aglomerações de banhistas estão proibidas, sob risco de multa no valor de R$ 107,00.

As diretrizes da reabertura de parques e áreas de lazer foram divulgadas pela prefeitura na chamada fase 3B, que passou a vigorar na última sexta-feira (10) e também ampliou o funcionamento dos shoppings, das 12h às 22h.

Movimentação no Aterro do Flamengo

Movimentação no Aterro do Flamengo

Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

Últimas