Rio de Janeiro Cabo da PM é morto a tiros após ser cercado por criminosos no RJ

Cabo da PM é morto a tiros após ser cercado por criminosos no RJ

Câmera de segurança registrou ação em Duque de Caxias. Um dos suspeitos só interrompeu os disparos ao verificar que o militar já estava ferido

PM foi assassinado por dois homens em Caxias

PM foi assassinado por dois homens em Caxias

Record TV

Um cabo da Polícia Militar foi morto a tiros após ter o carro cercado por criminosos, na noite de quarta-feira (8), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

As câmeras de segurança da rua Copacabana, no bairro Vila Leopoldina, registram a ação dos bandidos. Nas imagens, é possível ver que um veículo fecha o automóvel do PM, quando dois homens descem atirando. Um deles só para de efetuar disparos depois de conferir que a vítima já estava ferida.

 Policiais militares ainda tentaram socorrer o colega ao Hospital Moacyr Rodrigues do Carmo, na mesma região, mas ele chegou já sem vida. Testemunhas disseram que o vidro dianteiro do carro do PM foi atingido por ao menos 10 tiros.

A DHBF (Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense) investiga se Fernando Aguiar de Melo, de 36 anos, foi vítima de um crime encomendado ou se foi confundido com outra pessoa. Até o momento, nenhum suspeito foi preso. 

O cabo Melo trabalhava no 41º BPM (Irajá) e estava na corporação desde 2011. Ele deixou mulher e dois filhos. 

Com mais este caso, sobe para 20 o número de agentes de segurança mortos no Estado do Rio em 2020, segundo informações da RecordTV

Últimas