Casal é preso por torturar e manter jovem em cárcere privado no RJ

Segundo a investigação, homem instigava a própria companheira a agredir a filha. Vítima de 22 anos está internada com lesões na cabeça e joelhos

Casal está preso na Delegacia de Rio Bonito

Casal está preso na Delegacia de Rio Bonito

Divulgação

Um casal foi preso por torturar, ameaçar e manter em cárcere privado uma jovem de 22 anos em Tanguá, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na quarta-feira (10). A vítima está internada no hospital com lesões na cabeça e nos joelhos.

O delegado Luiz Henrique Ferreira Guimarães, da 119ª DP (Rio Bonito), afirmou que mãe e padrasto usavam cinto e barra de ferro para agredir com frequência a jovem, que ficava em um colchão na casa.

Para não chamar a atenção dos vizinhos, o casal cobria as janelas com panos e ligava o som em volume alto.

As investigações apontam ainda que o homem, que possui antecedentes criminais, instigava a própria companheira a agredir a filha.

Ainda segundo os agentes, os presos também ameaçavam de morte o irmão da vítima, para que ele não denunciasse o caso à polícia.